Robbie Jacks

Não acredito que o mundo seja governado pelos homens. Espia só: quem é que cuida, lava, passa, cozinha e dá beijinho no machucado daqueles meninos que, décadas depois, se tornam gerentes, empresários, presidentes? A mãe.

E, depois que esses meninos já são tudo aquilo que os pais aspiravam para eles, onde eles encontram seu porto seguro, sua rocha, sua metade que nunca se abala e os espera de braços e coração abertos todos os dias depois do expediente: Nas mulheres.

Essas mulheres, no entanto, já não são mais aquelas donas-de-casa dos anos 40, que respiravam suas casas e viviam exclusivamente para satisfazer as necessidades dos maridos. Não que haja nada errado com isso. Mas o mundo de hoje não permite que nós, mulheres, nos preocupemos apenas com o bem-estar do lar e da família. Desde que nos permitiram mostrar nosso potencial, estamos por todos os lados, criando e recriando no trabalho, quebrando preconceitos machistas e deixando o mundo boquiaberto com nossa capacidade. E ainda arranjando tempo para dar o suporte necessário a esses marmanjos que acham que sabe tudo.

O que eles sempre souberam é que o mundo SEMPRE foi governado pelas mulheres. Mas só agora elas estão descobrindo isso.



Agora, se só restar mulher na Terra, para a Lua eu me mudo!
Robbie Jacks



Todos nós, humanos, temos o mal dentro de si. Uns insistem em não reconhecê-lo. Outros afastam-no como um inseto peçonhento. Alguns outros simplesmente reconhecem possuí-lo e continuam por aí, vivendo e convivendo com ele. O que leva uma pessoa, no entanto, a extravasar esse sentimento de modo tão inumano nos outros?

Eu não sei a resposta. Acredito que você também não saiba. Mas todos os dias somos lembrados pelos jornais que essa maldade interna, mais uma vez, não se conteve e quebrou a barreira do aceitável. Não estamos mais falando da criança que, com raiva do amigo que ganhou dele em um jogo de computador, se vingou espalhando que o tal menino ainda faz xixi na cama. Também não falo do motorista que discutiu acaloradamente com o outro no trânsito por causa de uma batida. Queria eu estar falando daquele pai que, para punir a malcriação da filha , deixou-a de castigo e sem sobremesa no quarto.

Torturar, matar, se suicidar, são as punições de hoje. Não preciso lembrar o que realmente aconteceu em cada um dos casos acima; os casos ainda estão "frescos" na memória. Se a violência desmedida revolta? Óbvio! Mas o que eu posso fazer, além de rezar pra que ela se mantenha bem longe de mim? Como eu vou segurar a mão de alguém que está a ponto de cometer uma besteira dessas?

Não dá pra se acostumar, e ao mesmo tempo não dá pra NÃO se acostumar. É difícil passar um dia sem uma notícia de mortes violentas, estupro, tortura. É um sem-fim de maldade que atrai a curiosidade pública e desperta o medo de sermos vitimizados também. Não sei como disseminar a paz no mundo, então prefiro olhar para dentro de mim. Tem tanta coisa que me faz querer gritar, xingar, bater em alguém todos os dias que é quase loucura me manter sã. Todos os dias, controlo os meus demônios para não despertar os demônios de ninguém. E você, têm controlado o seu?











escrito em meio a 387.58578.49721 interrupções de papai para ver "Zorra Total". Haja saco (pro Zorra, meu pai já tem um).
Marcadores: , , , , 0 comentários | | edit post
Reações: 
Robbie Jacks


Entonces, uma LOOOOOOOOOOOOUCA pagou- quanto mesmo?- 90 MIL REAIS só para assistir à estréia de Sex & the City e conhecer a Kristin Davis, que eu nem sei qual delas é na série de mesmo nome. É, cometi sacrilégio, eu sei. Posso cometer outro? Nunca ouvi falar desse tal de Jimmy Choo, e não sei o que os sapatos dele têm de tão especial!

Pois bem, pensando num mundo ideal, onde "o que fazer" me faltaria mas dindim não, imaginei as loucuras que euzinha cometeria pelos meus ídolos. Vamos lá:


Se 90 mil reais eu tivesse:




Teste para figurante em Harry Potter eu faria! Imagina...


...dar uns amassos nessa carinha de bebê LINDA do Daniel na sala do amado, idolatrado, salve-salve Dumbledore???????????


...a moral que eu tiraria por usar aqueles quinhentos quilos de robes e cachecóis, e ainda assim ter o prazer de morrer de hipotermia na plantação de abóboras do Hagrid??


... o êxtase de fazer as provas com penas e fazer rascunhos em pergaminhos???
... o sonho ter a cabeça estapeada pelo Snape por tentar pegar uma colinha mágica da Hermione???
......................
A chefinha vetou o item "morar na casa do Michael Jackson", mas eu nem ligo e digo:
se dinheiro eu tivesse, com o Michael Jackson eu moraria!!










← Mas é claro que não é nessa choupana ridícula aqui...











É ÓBVÊIOOO que eu quereria morar aqüi!!!!!!!!!!! →








Até porque meu sonho de consumo não é lavar, passar e cozinhar pro Michael. Se rica eu fosse, empregadas eu contrataria. Mas a camisa suada do Michael, ah, essa eu roubaria!!!rsrsrs

Ah, imagina morar num parque de diversões, que ainda tem um zoológico e um cinema dentro??? Quinhentos funcionários à sua disposição, tudo sempre limpo, funcionando, e qualquer coisa que você quiser é imediatamente posta na sua frente? Aí eu daria asas aos meus devaneios: pediria uma jarra só dos tais M&M's amarelos, chamaria meus amigos hollywoodianos para uma festa do pijama báásica (hum, será que o Daniel Radcliffe viria???), enquanto meu amigo Michael canta músicas selecionadas por mimzinha, durante o dia inteiro, enquanto faz o famoso moonwalk pela casa. Tá bom ou quer mais???
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...