Robbie Jacks
Boa tarde a todos. Meu nome é Roberta, tenho 24 anos e fundei esse grupo Pró-IDA como uma pequena homenagem à essa grande amiga IDA, que tanto bem me faz. Eu confesso, IDA, já tentei fugir de você.... já olhei pro meu corpo diversas vezes e culpei você pelos meus quilos extras... já te recusei no almoço, no jantar e muitas vezes no café-da-manhã... mas tudo isso só me fez sentir muito a sua falta... sem você, fico sem ânimo pra viver... não tenho forças nem pra levantar da cama.... te gosto muito,sabe? Desculpe por correr pra você sempre que me sentia triste, ansiosa, ou por te tratar como prêmio, às vezes. Acredite, você tem um valor inestimável; sem você eu não seria nada. E você sabe que tem tanta gente aí que precisa de você mas não tem...
Por isso, minha amiga, nunca mais vou te deixar! Pode ser que, às vezes, eu não te procure tanto quanto antes, mas acredite: estou bem! Estou encontrando o equilíbrio pra balancear você no meu dia-a-dia, isso não é o máximo? E é por isso que escrevi esse depoimento, pra mostrar pra todo mundo que quem te despreza está, na verdade, desprezando a si mesmo. Você, COMIDA,é VIDA! E a minha vida vale MUITO pra jogar fora, pra TE jogar fora. Só não te tendo pra saber como você faz falta. Nessa eu não caio mais.

Um beijo,

Roberta
Marcadores: , , , , , 0 comentários | | edit post
Reações: 
Robbie Jacks




Cultivo uma amizade como quem cultiva um amor. Sabe quando você bate os olhos na pessoa e “clica”? Minhas amizades nascem assim, como num romance. A única diferença é que, mesmo depois de anos de convivência, continuo perdidamente apaixonada...

E vocês sabem o que acontecem às pessoas “perdidamente apaixonadas”! É um tal de querer estar junto, dividir alegrias, tristezas,ligar no meio da noite só pra conversar,e fazer programas no estilo tupi-guarani só para poder compartilhar o momento com aquela pessoa especial. Nas minhas amizades não toca teminha de Friends, mas cada amigo tem sua música, resultado de um momento especial passado a seu lado. Essas músicas e essas lembranças vão aumentando, se renovando e fortificando os laços à medida em que passamos mais tempo nos “amigando”.

Meço o valor de meus amigos não pelo número de lágrimas derramadas (porque esse é um jeito muito triste de contar a vida), mas pelos risos que eles me arrancam nesses momentos difíceis sem fazer esforço. Alguém que te faz rir quando tudo em volta te faz chorar só pode ser um amigo de verdade. E a recíproca tem que ser mais do que verdadeira. Só mesmo cuidando, rindo, chorando, VIVENDO essa troca maravilhosa e infinda faz com que a amizade, ou melhor, o amor pelo amigo, cresça, e se transforme naquelas estórias que a gente gosta de recontar de tempos em tempos, em meio a gostosas gargalhadas daqueles que nos ajudaram a criá-las.


Hey,Annete Xiclette Bolette,this one is for you!!!:)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...